quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Algas serão o biocombustível do futuro?

No ano passado li duas matérias [sciencedaily] sobre a produção de biocombustíveis a partir de fontes alternativas à cana de açúcar e à sementes oleaginosas, e a que mais me chamou a atenção foi a produção de óleo orgânico com base na produção biológica de microalgas marinhas, na época uma empresa de geração de energia elétrica com uso de carvão mineral drenava calor e CO2 para bolsas de plástico com cultura de algas para incrementar a sua produção. Na semana passada recebi uma sugestão de um aluno da Gestão Ambiental, para que publicasse uma matéria no blog com este tema, pois bem, resolvi dar uma renovada nas informações e relacionei, além da matéria de sugestão proposta pelo aluno, outros sites com mais informações sobre a produção de biomassa para a geração de biocombustível. Mesmo tendo várias técnicas, metodologias e espécies de algas envolvidas a forma de obtenção é sempre a mesma [How Stuff Works], o material biológico deve ser desidratado e o óleo extraído, a diferença entre as metodologias gera avanços distintos nas técnicas, mas o resultado final é sempre muito similar. Muitas universidades (1, 2, 3) têm direcionado suas pesquisas com biomassa de algas para a produção de biocombustíveis, o que acertadamente levará a um conhecimento mais aprofundado e à geração de tecnologias inovadoras, e quem sabe até mesmo poderemos ter uma alternativa mais viável economicamente e também mais ecologicamente correta, uma vez que a produção deste tipo de biomassa não torna necessário o desmatamento, o uso de defensivos agrícolas, não é necessária a adição de quantidades gigantescas de fertilizantes e não leva à degradação e assoreamento dos recursos hídricos, como ocorre com a cultura da cana de açúcar, do milho, etc. 
Processo de produção de biomassa em escala industrial. [Fonte: http://static.howstuffworks.com/gif/algae-biodiesel-5.jpg]

Agradeço ao Andrio Souza, pela proposição do tema.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Atividade Integrada de Campo dos Cursos de Ciências Biológicas e de Tecnologia em Gestão Ambiental

Entre 21 e 23 de outubro de 2010, acadêmicos dos Cursos de Ciências Biológicas e Tecnólogo em Gestão Ambiental, da ULBRA, campus São Jerônimo, acompanhados dos professores Vitor Acunha, Roséli Nascimento, Paulo Henrique Machado e Diego Jung, realizaram uma saída de campo ao Litoral Sul do Rio Grande do Sul.
Foram visitados a Estação Ecológica do Taim; o Museu de Paleontologia e Arqueologia Coronel Tancredo Fernandes de Mello em Santa Vitória do Palmar;  o Museu Gigantes do passado na Praia do Hermenegildo;  Parque e Fortaleza de Santa Tereza além do Balneário de Punta del Diablo, ambos no Uruguai . O objetivo desta atividade foi de proporcionar aos acadêmicos a vivência de situações práticas, fortalecendo o de aprendizado teórico obtido em sala de aula. Após cada visita técnica, grupos  de alunos ficaram responsáveis por elaborar relatórios. Estes serão apresentados em um evento da Universidade para que todos os demais acadêmicos, possam aprender a partir destas experiências. Mais informações sobre a visita e fotos das atividades realizadas nos locais durante as atividades de campo podem ser obtidas no blog dos cursos.
Assim são os cursos de Biologia e Gestão Ambiental desta Universidade, sempre vinculando teoria e prática para proporcionar à Região Carbopetroquímica profissionais preparados para o atual mercado de trabalho.
Aproveite você também e venha para nosso próximo vestibular – dia 27 de novembro de 2010, faça a sua opção por Ciências Biológicas ou por Tecnólogo em Gestão Ambiental.
Colegiado dos Cursos de Tecnólogo em Sistemas de Gestão ambiental e Ciências Biológicas, ULBRA São Jerônimo.

sábado, 23 de outubro de 2010

Visita técnica ao "Rádio Farol da Barra do Chuí"



No final da tarde do dia 21/10 (quinta-feira) foi realizada uma visita ao Rádio Farol da Barra do Chuí, onde foram prestadas informações históricas e de funcionamento do sistema de alerta e orientações de navegação aos navegadores que transitam pela costa sul do Brasil.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Visita à "Trilha das Figueiras"

Após a visitação e palestra no centro de visitação do Taim os alunos e professores participaram de uma caminhada pela "Trilha das Figueiras" onde foi possível observar inúmeras espécies de aves, plantas, mamíferos e répteis associados a esta formação ecológica.
Durante a caminhada na trilha encontramos uma espécie de serpente comum às regiões de campo, conhecida popularmente por "cobra-corredeira" ou "boipeva" (Waglerophis merremii). 


Além da serpente acima, foram observadas diversas espécies de orquídeas (como na foto abaixo) e bromélias.


Como a visitação foi diretamente à área do banhado foi necessário que atravessássemos o banhado para chegar à estrada do outro lado.







Visita e palestra no Museu Paleontológico de Santa Vitória do Palmar




Durante a visita ao Museu Coronel Tancredo Fernandes de Mello, especializado em fósseis regionais, em especial de mamíferos, os alunos puderem evidenciar a diversidade biológica passada, demonstrada pela variedade de fósseis de animais que podem ser encontrados na região, tornando este local um ambiente de extrema importância de estudo, como pode ser observado pela fotos abaixo.

Visita à Sede Administrativa da Estação Ecológica do Taim



Chegada à Estação Ecológica do Taim, por volta das 8h e 30min, e visitação ao Museu do Taim. Após a visitação ao museu os alunos assistiram a uma palestra da Biól. Msc. Ana Carolina Carmony sobre as atividades executadas na Est. Ec. do Taim.

Café da manhã



Alunos durante o café da manhã na "Lancheria Mirim", na "Vila do Taim", município de Rio Grande por volta das 8h, onde também foi realizado o almoço.